Carmo Bráz de Oliveira

Por Amor

Textos

Soneto do Amor Impossível

Nas ínfimas partículas de sua perfeição
Me prendo qual laço envolto
Tolo fascínio, poderosa atração
Leve brisa, mar revolto

No tênue esboço de seu sorriso
Perpassa fugaz quimera
Numa vã e Inútil espera
Afeto incerto, impreciso

Na imperceptível atenção, fantasia
Débil afeto por tua graça
Inconsistente, forte magia

Insignificante, torpe alegria
Minha emoção descompassa
Insistente, terna utopia

Carmo Braz de Oliveira

Carmitto
Enviado por Carmitto em 15/11/2018
Alterado em 27/11/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras